TRÊS PONTOS NO ÚLTIMO SEGUNDO

OLIVEIRENSE VENCE CASA PIA POR 2-1

Agdon marcou dois golos e foi a figura da partida na tarde de sol Estádio Carlos Osório. O avançado brasileiro é o melhor marcador da Liga Pro com 12 golos porque depois de ter inaugurado o marcador, bisou aos 90+4 e deu a vitória à União contra o Casa Pia.
O desafio foi mal jogado durante a primeira parte, ainda assim com claro ascendente ofensivo para a equipa da Oliveirense que se mostrou sempre mais vocacionada para atacar em oposição a um adversário que procurava explorar contra-ataques rápidos. Leandro Silva e Michael Douglas foram decisivos em dois cortes providenciais na área da União.
Sérgio Ribeiro foi o primeiro a ter uma clara ocasião de golo, mas, falhou o remate. Malele, Clemente e Oliveira também tentaram atirar à baliza, mas, os remates saíram longe do alvo. O Casa Pia rondou a baliza de Júlio Coelho com dois cruzamentos perigosos que não tiveram emenda na área da União. Sem surpresa o intervalo chegou com um nulo no marcador.


O arranque da segunda parte mostrou uma Oliveirense a espaços e sem o fio de jogo habitual, mas, sempre que a equipa aumentava a velocidade criava jogadas de perigo. Foi assim que conquistou um canto que resultou no 1-0 com Agdon a revelar pontaria aos 49 minutos. O brasileiro estava solto de marcação e cabeceou para as redes.
A festa durou menos de dois minutos porque Alexandros empatou o jogo após cruzamento de Mateus Fonseca. Júlio Coelho parecia ter o lance controlado, mas, deixou escapar a bola.
Na fase mais intensa do desafio, Malele teve o golo no pé direito, mas, rematou contra  Vanderlaan.
A Oliveirense queria três pontos e fez três alterações na equipa: Neto Costa rendeu Sérgio Ribeiro aos 60 minutos, Miguel Silva entrou para o lugar de Oliveira aos 75 minutos e Serginho foi a última aposta para a posição de Malele.


Havia muito mais União à procura da vitória com Neto Costa a rematar com intenção em duas ocasiões, mas, Vamderlaan respondeu com boas defesas. O Casa Pia também teve uma chance clamorosa para marcar só que Kenidy esbarrou na excelente defesa de Coelho.
Aos 90+4, naquele que viria a ser o último lance do jogo, Agdon teve faro de golo e mostrou porque é o melhor matcador da Liga Pro. Neto Costa rematou bem após canto e, na insistência, Tavares e Leandro combinaram de primeira com a bola a chegar a Agdon para o remate que valeu três preciosos pontos.

Leave a Reply