VITÓRIA DA OLIVEIRENSE

2-0 FRENTE AO COVA DA PIEDADE

Arranque de jogo com duas equipas claramente nervosas e ansiosas por ocuparem os dois últimos lugares da tabela classificativa. Foram escassas as oportunidades nos minutos iniciais, mas, num contra-ataque aos 12 minutos a Oliveirense podia ter feito melhor. Fabinho ganhou no meio campo, combinou com Bouldini e o marroquino lançou a corrida do avançado que podia ter feito melhor depois de ganhar a frente ao defesa.

Aos 18 minutos, recuperação de bola se Michael Douglas, passe de Bouldini para o remate de Oliveira. O Cova da Piedade jogava mais na expectativa e explorava as costas da defesa Oliveirense em saídas velozes para o ataque. Num desses lances ganhou canto e foi Júlio Coelho a sair da baliza de forma determinada. Logo depois, após insistência, Fabinho rematou por cima da trave.

Antes da meia hora Bouldini cabeceou ao lado após boa assistência se Miguel Silva. O Cova continuava a ser uma equipa expectante que parecia satisfeita com o nulo no marcador.

Aos 42 minutos, outra vez uma recuperação de bola da União com Agdon e Fabinho a combinarem bem e Oliveira a rematar ao lado.

Na segunda parte, minuto 51, minuto de golo da União. Foi o primeiro golo da equipa esta época no Estádio Municipal de Aveiro. Após o pontapé de canto, e de alguma confusão na área, Michael Douglas rematou para o fundo das redes. Golo que dava vantagem de 1-0 e confiança à equipa.

Apenas 3 minutos depois, Fabinho lançou Bouldini e o avançado marroquino devia ter finalizado de primeira, mas, tentou dominar a bola e o lance perdeu-se. Mas, a União estava por cima e conseguiu fazer o segundo golo.

Trabalho de Mohamed Bouldini que assistiu Agdon ao segundo poste. O remate do brasileiro saiu torto mas Oto’o Zue desviou para auto-golo aos 64 minutos. Vantagem de 2-0 ajustava ao que se passava no Municipal de Aveiro.

Aos 70 minutos Cele viu pelo segunda vez cartão amarelo por uma entrada sobre Agdon e foi expulso. A Oliveirense tinha o jogo aparentemente controlado.

Aos 72 minutos saiu Oliveira e entrou Filipe Gonçalves. Aos 76 o golo esteve perto de acontecer quando Clemente assistiu Agdon mas o guarda-redes do Cova da Piedade conseguiu defender com os pés. Mais duas alterações na Oliveirense com a entrada de Paraíba aos 83 minutos para o lugar de Fabinho e pouco depois Neto Costa rendeu Bouldini.

Triunfo por 2-0 coloca a Oliveirense com 8 pontos e fora dos lugares de despromoção.

Comments (1)

  1. Avatar
    Germano Ferreira

    Podem informar-me para quando a data em que o UDO começa a jogar “na sua própria casa”, isto é, no Estádio Carlos Osório? Lamentável o nosso glorioso clube estar a jogar há mais de duas épocas fora de portas, o que não é compreensivel numa II Liga de futebol profissional. Haja brio meus senhores!

Leave a Reply