DERROTA CONTRA O BENFICA B POR 2-1

2 GOLOS EM 2 MINUTOS FORAM FATAIS

Mohamed Bouldini e Serginho assumiram a titularidade por troca com Agdon e Marcos Junior. Foram as duas alterações promovidas no onze inicial em relação à última jornada. O desafio realizado no Caixa Futebol Campus mostrou uma Oliveirense organizada e concentrada para evitar erros que deixassem a equipa B do Benfica em situação favorável.

As duas primeiras ocasiões de golo foram da União. Miguel Silva teve a baliza pela frente mas Svilar saiu aos pés do canhoto e anulou a jogada. Logo a seguir, Paraíba, após uma recuperação de bola, disparou forte com o pé esquerdo à entrada da área mas errou o alvo.
Havia mais Oliveirense e aos 25 minutos Svilar foi pronto socorro quando deixou a baliza para sair aos pés de Serginho e mandar a bola pela linha lateral. Um lance impetuoso que deu a sensação de falta cometida na grande área.

Pouco depois e devido ao excesso de calor houve pausa para hidratação dos atletas de Benfica B e Oliveirense. As duas equipas estavam a equivaler-se no terreno de jogo e os encarnados também chegaram à baliza da União mas, Wellington resolveu e Bruno Vale estava bem enquadrado.

A segunda parte mostrou a equipa da casa mais ofensiva nos primeiros minutos e conseguiu  dois remates perigosos e um cruzamento que levou a bola a passar por cima da trave. A Oliveirense estava acanhada e com menos posse de bola. Só aos 55 minutos Serginho tentou um remate de fora da área e Paraíba aproveitou a sobra para disparar ao lado.

Aos 59 minutos, primeira alteração na UDO quando Serginho foi rendido por Marcos Junior e apenas 5 minutos depois, Agdon substituiu Miguel Silva.

Aos 70 minutos brilharam os guarda-redes, Bruno Vale fez uma defesa milagrosa e segurou a bola em cima da linha de golo. Svilar, evitou com uma palmada o golo de Bouldini após passe de Marcos. O jogo estava partido o Benfica B aproveitou um deslize da Oliveirense e marcou. Aos 72 minutos, Pedro Henrique finalizou na área um cruzamento da direita de Umaro Embalo numa jogada onde a equipa foi permissiva. Apenas dois minutos depois, Umaro Embalo recebeu a bola sobre o lado direito e com muita segurança fintou e rematou com o pé esquerdo para o 2-0.

Na resposta, canto para a União e Wellington a cabecear com intenção mas por cima da baliza. Faltavam 15 minutos para o final do desafio no Seixal. Aos 80 minutos, a Oliveirense renasceu com o golo de Marcos Junior após grande passe de Fabinho. Logo depois Paraíba foi substituído por Oliveira e a equipa lutava por chegar a novo golo.

A equipa lutou até ao fim mas não conseguiu o desejado golo do empate.

Leave a Reply