UM PONTO CONQUISTADO

0-0 NA PÓVOA DE VARZIM

Júlio Coelho foi titular na baliza da Oliveirense por troca com Bruno Vale e Paraíba, castigado, foi rendido por Oliveira. Na Póvoa de Varzim viu-se um jogo morno nos instantes iniciais com a equipa da casa a ser um pouco mais ofensiva.

Aos 5 minutos, bola no poste após um ataque do Varzim pela ala direita com cruzamento de Filipe Augusto e remate de Stanley. Sorte para a União porque Coelho estava batido. Antes dos 20 minutos de jogo, Marcos Junior e Agdon já tinham visto cartão amarelo por faltas que evitaram saídas do Varzim para o ataque. Estava melhor a equipa de Paulo Alves e a União não conseguia ter posse de bola.

Aos 23 minutos, Oliveira recuperou a bola, Marcos Júnior cruzou para a área e Miguel Silva chegou um pouco atrasado para cabecear. Foi o melhor lance da Oliveirense e deu confiança à equipa. Logo depois, Fabinho ganhou no meio campo e solicitou a corrida e remate de Agdon. O avançado atirou à figura do guarda-redes.

A entrada para os últimos 10 minutos do primeiro tempo, Filipe Gonçalves, Alemão e Miguel Silva combinaram bem e o extremo rematou à entrada da área com a bola a sair junto ao poste.
Na segunda parte as duas equipas continuaram equilibradas mas ambas andavam longe da baliza adversária. O nulo mantinha-se e a União queria tirar mais do jogo. Marcos Júnior, que estava a ser um dos melhores em campo, foi substituído por Mohamed Bouldini aos 64 minutos. Ficava mais fresco o ataque da equipa.

Aos 70 minutos, a melhor ocasião de golo após jogada de Bouldini e Miguel Silva a bola ficou nos pés de Agdon após passe de Filipe. O avançado rematou cpm o pé esquerdo ao lado da baliza. Logo a seguir, Agdon deu o lugar a Serginho. A

Aos 86 minutos Sérgio Silva cabeceou por cima da barra após canto de Oliveira. Foi pouco depois de Michael Douglas ter sido substituído por Leandro Silva devido a lesão. A União voltaria a rondar o golo após excelente jogada de contra-ataque.

Devido a várias paragens ao longo de desafio, houve 7 minutos de tempo extra na Póvoa de Varzim. Foi aí que a União ficou com dez elementos em campo porque Oliveira viu dois cartões amarelos no mesmo lance: um por agarrar e outro por rasteirar o adversário.

O jogo terminou com zero a zero no marcador e um ponto conquistado por cada uma das equipas. No próximo sábado recebemos o Sporting da Covilhã ás 16 horas em Aveiro, na segunda jornada da Liga Pro.