DERROTA EM BRAGA

1-0 DE GRANDE PENALIDADE

Tarde de sol, relvado impecável e uma Oliveirense determinada desde os instantes iniciais no Estádio 1° de Maio em Braga. Mas, tudo correu mal. Golos claros falhados e uma grande penalidade carimbaram a derrota.

O jogo teve canro de Paraíba para Manuel Godinho num lance muito bem trabalhado que valeu enorme defesa de Tiago. Na sequência da jogada houve novo canto com a bola a ser colocada na cabeça de Filipe Gonçalves mas, o médio solto de marcação atirou ao lado. Havia muito mais Oliveirense a construir jogo e a procurar a baliza adversária.

O Sporting de Braga respondeu e muito perto dos 15 minutos, valeu a defesa de Kadu e o alívio de Godinho para canto. Na resposta houve remate de Sérgio Ribeiro após bom ataque e pouco depois foi Paraíba a rematar forte mas ao lado da baliza. O mesmo fez Fati, antes da meia hora se jogo.

A melhor chance de golo nasceu de um ataque pelo lado direito com Paraíba a fintar e a assistir Agdon mas, o avançado na cara de golo não teve capacidade para abrir o marcador. Estava isolado.

Num lance aos 40 minutos, Agdon fez o impensável. Roubou a bola ao guarda-redes e seguiu isolado para rematar cruzado para a baliza deserta mas, perdeu o tempo de remate e permitiu a recuperação da defesa. Mais Oliveirense na primeira parte mas a equipa não chegou à vantagem que seria merecida.
No segundo tempo, um canto a favor da equipa B do Braga fez a bola rondar a baliza de Kadu. A Oliveirense estava algo apática e era preciso mexer no jogo, por isso houve dupla substituição e entraram Bouldini para o lugar de Agdon e João Graça para a posição de Paraíba. Foi aos 70 minutos.
Assim que entrou, Bouldini cabeceou o livre de Ricardo Tavares. Bom cruzamento, boa cabeçada e grande defesa. Aos 75 minutos, Ricardo Tavares salvou a União ao retirar da área uma bola defendida por Kadu. Os bracarenses chegaram a gritar golo mas o defesa foi decidido a tirar a bola.

Mais União com muito perigo, após insistência, Sérgio Ribeiro assistiu João Graça mas a cabeçada do médio foi de defesa fácil. A 12 minutos do fim Filipe Gonçalves foi imprudente e cometeu grande penalidade. Foi um balde de água fria nas aspirações da União. A penalidade foi batida por André Ribeiro com Kadu ainda a tocar na bola mas a ser impotente para evitar o 1-0 aos 80 minutos.

Faltavam 10 minutos para o terminar e Érick Moreno saltou do banco para o ataque por troca com Alemão. Era o tudo por tudo para chegar ao empate. Logo depois, livre de Ricardo Tavares a passar a centímetros do poste.

Derrota em Braga com sabor amargo. A próxima jornada é no Estádio Dr Jorge Sampaio, casa emprestada à Oliveirense, contra o Sporting da Covilhã.