MUITA UNIÃO E XAVIER PUIGBI

VITÓRIA POR 3-2 EM TOMAR

O guarda-redes da Oliveirense começou bem e acabou melhor ainda.
Xavier Puigbi foi importante na fase inicial do jogo com duas intervenções que anularam as boas ações da equipa da casa. A Oliveirense estava melhor sobre a pista e precisou de alguns minutos até mudar o zero zero.

Foram dois golos em 30 segundos! Impressionante o passe de Jorge Silva para Ricardo Barreiros inaugurar o marcador. O capitão rematou cruzado e finalizou com muita classe um contra-ataque perfeito. O Sporting de Tomar abanou com o golo sofrido e após a reposição de bola em jogo, a Oliveirense recuperou a bola e Barreiros fez um passe que deixou Jordi Bargallo na cara do golo. O espanhol atirou rasteiro para o 2-0 aos 10 minutos de jogo.

Renato Garrido começou a rodar a equipa e aos 20 minutos já todos os jogadores tinham entrado em pista, excepto Pablo Cancela e Domingos Pinho. A União prolongava os ataques até ao limite e mandava no jogo. O 3-0 viria a aparecer de grande penalidade. Emanuel Garcia sofreu a falta e Xavier Barroso foi chamado a rematar. O espanhol não deu hipótese de defesa. Estava em delírio a claque “Charanga da União” que apoiou fortemente a equipa desde os instantes iniciais.

No último minuto da primeira parte, Ivo de grande penalidade reduziu para 3-1. Um golo que castigou um desempenho quase imaculado nos 25 minutos iniciais.

Na segunda parte Renato Garrido e Edo Bosch apostaram em Puigbi, Barroso, Jordi, Torra e Cancela para o reinício de jogo. A trave foi amiga da Oliveirense e mandou para longe o segundo golo do Tomar. Na tentativa de encurtar distâncias a equipa da casa era cada vez mais perigosa mas, a a União mantinha-se firme e Puigbi evitava os remates mais perigosos com boas defesas e, também, com a trave a ser parte integrante do guarda-redes. A 5 minutos do fim, o Tomar marcou o segundo golo e colocou o resultado em 3-2. Foi um golo estranho com a bola a ser rematada contra a perna do guarda-redes da Oliveirense. A equipa já tinha dez faltas e um deslize podia ser fatal.

A 1 minuto e meio do final a trave salvou a equipa da União. Mas havia mais. A 3 segundos do final Xavier Puigbi segurou a vitória ao defender um livre direto e duas recargas. Impressionante final de jogo com a Oliveirense a ter a estrela que mereceu e a somar 3 importantes pontos no campeonato.

No próximo sábado jogamos em Lisboa contra o Sporting.