VITÓRIA SUADA

6-4 AO QUEVÉRT NA EUROLEAGUE

Estreia da equipa na Euro League foi tudo menos fácil. Em teoria, a Oliveirense era favorita mas, a prática foi bem diferente.

Dinamo Quevért até se adiantou no marcador aos 5 minutos átravés de a grande penalidade marcada por Toni Sero Gine. No minuto seguinte Albert Mola defendeu a penalidade e a recarga de Marc Torra. O guarda-redes era a figura do jogo face ao volume ofensivo da Oliveirense.
Tal como se esperava, a União viria a chegar ao empate. Marc Torra criou a jogada e Emanuel Garcia emendou para o 1-1. Renato Garrido queria mais e melhor e não ficou nada satisfeito quando a equipa francesa voltou a marcar numa jogada de contra-ataque. O remate bem direccionado foi outra vez de Toni Sero Gine. 1-2 aos 10 minutos de jogo.

O encontro estava rápido e a Oliveirense revelava desconforto pelo resultado. Jordi Bargallo, foi derrubado e da falta resultou o empate a dois. Emanuel Silva foi exemplar na marcação.

O desacerto defensivo da Oliveirense continuava e o Quevért voltava à liderança por 3-2 com golo de Omar Nedder. Resultado surpreendente que silenciou o Pavilhão Dr Salvador Machado.
A segunda parte começou com o empate 3-3 da Oliveirense através de uma grande jogada finalizada por Marc Torra. Estava difícil o jogo para a Oliveirense mas, a persistência e as jogadas bem desenhadas viriam a dar resultado. Seria outra vez Torra a rematar para golo e a dar o 4-3. Primeira vantagem no jogo para a equipa de Oliveira de Azeméis. O guarda-redes Domingos, que foi chamado para jogar a segunda parte por troca com Xavier Puigbi, fez uma grande defesa mas na recarga sofreu o 4-4 por Felipe Videla. Um golo que em nada espelhava o que se estava a passar no ringue.

A meio da segunda parte a União fez a 10° falta e sofreu livre direto. Domingos não permitiu que os franceses saltassem para a liderança. Só uma equipa assumia acções ofensivas e procurava marcar golos. A muito custo e depois de várias defesas do guarda-redes do Quevért, Xavier Barroso disparou de longe para o 5-4. A 5 minutos do final do jogo Ricardo Barreiros foi determinante ao marcar o 6-4. Vantagem de dois golos pela primeira vez desde o apito inicial. Respiravam melhor os adeptos da equipa da casa.

Até ao final do desafio a equipa de Renato Garrido geriu o resultado e conseguiu segurar o triunfo que vale 3 pontos.

Na quarta feira para o Campeonato Nacional a Oliveirense joga em Paço de Arcos e no próximo domingo recebe o Benfica.