VITÓRIA CONSISTENTE

8-3 AO JUVENTUDE DE VIANA

Passavam dois minutos e meio desde o apito inicial e o Juventude de Viana já estava na frente do marcador. Contra-ataque rápido e bem desenhado com Suissas a bater Xavier Puigbi. 1-0 e um início de jogo difícil para a Oliveirense.

A reação da equipa de Renato Garrido foi notória. Os ataques sucediam-se e a pressão sobre os adversários aumentou. Na melhor jogada da equipa em toda a primeira parte apareceu o golo de Jorge Silva. Excelente remate do número 15 da União a valer o empate 1-1.

A reviravolta no marcador passava a ser a meta a alcançar e a equipa ganhou mais intensidade e mais discernimento nas ações ofensivas. Ricardo Barreiros com um remate muito bem colocado e indefensável fez o 2-1.

O jogo estava equilibrado, nem sempre bem jogado e havia e muito contacto fisico entre os jogadores. As faltas sucediam-se, em prejuízo para a equipa da casa. A Oliveirense esteve sempre mais perto de aumentar a vantagem mas a bola teimava em andar longe da baliza.

A primeira parte terminou com a escassa vantagem de 2-1.

O arranque da etapa complementar foi o desejado pelos adeptos. Jorge Silva bisava no jogo com um forte remate e aumentava a vantagem para 3-1. Estava bem sobre a pista a equipa da Oliveirense. Mas, o cenário mudou em escassos minutos com a Juventude a reduzir outra vez para a margem mínima através de uma recarga a um livre direto de Remi Herman (3-2).

A estabilidade da equipa não foi perturbada e havia hóquei de muita qualidade no Pavilhão Dr. Salvador Machado. Marc Torra em jogada de grande classe e técnica individual evitou o adversário e fintou o guarda-redes para fazer o 4-2.

O espanhol viria a estar em evidência com novo golo em jogada onde teve arte para voltar a fintar o guarda-redes e a fazer o 5-2. O Juventude viria a reduzir para 5-3 mas, Marc Torra, claramente a figura da tarde, chegaria ao terceiro golo da conta pessoal, o sexto da equipa. Foi de livre direto que o jogador contratado ao Réus ampliou para 6-3. Jorge Silva, dava outro volume ao resultado com o 7-3 após mais um bom desenho de ataque com assistência de Pedro Moreira.

Ainda havia mais um golo na tarde de estreia no campeonato, com Pablo Cancela a fazer o oitavo e a fechar o resultado em 8-3 para a equipa de Renato Garrido que entrou neste campeonato determinada e confiante.