DOCE EMPATE NA ESTREIA

Oliveirense em 4x4x2 com Serginho a fazer dupla de ataque com Agdon. O quarteto de meio campo teve Oliveira, Amorim, Filipe e Paraíba. A defesa ficou entregue a Alemão, Tavares, Mathaus e Wellington. Primeira parte com muito mais Académica do que Oliveirense.

A equipa de Coimbra teve posse de bola, dominou o jogo, atacou melhor do que a União e foi muito perigosa em vários lances de ataque organizado. Coelho esticou-se para defender o remate forte de Ki e evitou o golo desviando a bola para canto.

Aos 25 minutos os dois treinadores foram obrigados a mexer nas respectivas equipas. Pedro Miguel retirou o lesionado Alemão e colocou Sérgio Ribeiro como lateral direito. Carlos Pinto trocou o também lesionado Zé Paulo por Reko.

A meio da primeira parte outra vez a Académica a criar perigo. O remate passou um pouco ao lado da baliza da União. A Oliveirense não tinha posse de bola e só criou algum perigo pelo livre de Ricardo Tavares e por outra bola parada de João Amorim que Peçanha atirou para canto.

Em cima do intervalo o golo da Académica. Marcou Djousse em contra ataque numa jogada rápida finalizada com um remate cruzado que Coelho não teve hipótese de defender. Logo aos 50 minutos, Pedro Miguel mexeu na equipa e na forma de jogar.

Entrou Fati para o lugar de João Amorim e a União passou a abordar o jogo em 4x3x3. A Oliveirense passou a mandar no jogo e o golo passou a um palmo do poste após livre bem batido por Sérgio Ribeiro. Fati foi sempre um perigo com a bola nos pés e, a partir da ala esquerda, tentou servir os colegas.

Foi do extremo que sairam dois remates perigosos mas Peçanha estava atento. A 15 minutos dos 90 Pedro Miguel fez a última alteração e promoveu a estreia de Érick Moreno por troca com Oliveira. Na busca do empate a equipa passou a jogar em 4x2x4. Serginho, servido por Fati, teve o golo no pé esquerdo mas não conseguiu rematar com êxito. Perto do fim do jogo, Serginho na cara de Peçanha voltou a perder o duelo com o guarda-redes.

Com apenas 3 minutos de tempo de compensação a União tudo fez e acabou por conseguir o empate 1-1 na jornada inaugural do campeonato.

Serginho tantas vezes tentou que foi feliz. Remate soberbo a dar o golo no último lance do jogo. 1037 pessoas estiveram am Aveiro.

Ver estatísticas do jogo aqui.

Para a semana jogamos em Viseu contra o Académico.

Texto da UD Oliveirense