OLIVEIRENSE EMPATA CONTRA O CAMPEÃO

UNIÃO DESPEDIU-SE DOS ADEPTOS COM O RESULTADO DE 4-4 FRENTE AO SPORTING

Para o último jogo cerca de 2 mil pessoas estiveram no Pavilhão Salvador Machado para ver o 4° classificado do campeonato empatar com o Sporting, o novo Campeão Nacional.

Renato Garrido apostou em Xavier Puigbi, Jepi Selva, Nuno Araújo, Pedro Moreira e Pablo Cancela para formar a equipa inicial.

A União, sempre muito organizada, atirou a bola ao ferro logo aos 3 minutos de jogo por Pablo Cancela. Foi o aviso para o que viria a acontecer aos 5 minutos. Jepi Selva preparou a jogada e assistiu o espanhol Cancela que ao segundo poste empurrou a bola para a baliza de Zé Diogo Macedo. O jogo estava rápido e o Sporting respondeu à desvantagem com o empate. Caio, falhou um livre a 15 minutos do intervalo mas, pouco depois aproveitou um ressalto de bola e fez o 1-1.

Como é habitual, a meio da primeira parte, Renato Garrido já tinha lançado todos os jogadores e refrescado a equipa. Excepção feita ao guarda-redes Domingos. A 10 minutos do final da primeira parte, e na fase mais equilibrada do jogo, Ricardo Barreiros falhou uma grande penalidade. O 2-1 rondou a baliza leonina com remates de Bargallo, Burgaya e Souto mas, mantinha-se a igualdade no final dos primeiros 25 minutos.

Na segunda parte 3 minutos bastaram para ver o melhor de Jordi Bargallo. Impressionante a classe com que recuperou a bola na defesa, patinou o campo todo e teve arte para fintar um adversário e fazer o 2-1. A vantagem durou pouco porque Henrique Magalhães viria a empatar outra vez a partida com um remate colocado que Domingos não conseguiu defender.

A 15 minutos do final, João Souto recuperou a bola e foi derrubado por Zé Diogo na área. O guarda-redes ficou 2 minutos fora de jogo e Jordi Bargallo atirou a penalidade à trave. A União atingia logo depois a 10° falta e Vitor Hugo chamado a bater o livre imitou Bargallo e acertou no ferro.

O jogo estava vivo e nenhuma das equipas estava feliz com o empate. O resultado viria a ser desbloqueado por Nuno Araújo no último jogo que realizou com as cores da União. O 3-2 para a Oliveirense teve assinatura do português com um remate forte e cruzado. Mas havia mais da Oliveirense. João Souto, que também está de saída da UDO, conseguiu desviar a bola enganando outra vez o guarda-redes leonino. Estava feito o 4-2 a 8 minutos do final da última jornada.

Além de Souto e Araújo, há mais dois jogadores que se despediram hoje: Jepi Selva e Burgaya. Os espanhóis tiveram um bom desempenho no jogo. A 4 minutos do final o Sporting conseguiu o empate num espaço de 2 minutos. João Pinto e Toni Pérez marcaram os golos perante uma Oliveirense que pagou caro duas distrações.

Empate a 4 golos com o Sporting a receber a Taça de Campeão no ringue do Pavilhão Salvador Machado perante cerca de 500 adeptos que vieram apoiar a equipa.

A União fecha a época a mostrar bom hóquei em patins e a prometer ser mais consistente e sólida na próxima temporada.

 

Texto da UD Oliveirense